Malleus Holoficarum

Na medida em que os negacionistas investem precisamente contra os elementos centrais do conceito deste evento histórico (armas e locais do crime, autoria, materialidade, as evidências de uma política centralizada, projeções logísticas, possibilidades técnicas, cálculos demográficos, etc.), naturalmente que, da conclusão pela inexistência de um genocídio articulado nos seus exatos termos, resulta uma contestação ao próprio conceito de Holocausto, ou seja, suas impropriedades intrínsecas remeteriam direta e obviamente ao plano ontológico. (Antonio Caleari, Malleus Holoficarum, p. 214)

Artigos da seção: Metodologia

As discussões sobre a Segunda Guerra Mundial: um alerta para curiosos e cientistas


Pressuposto de metadiscussão: um imprescindível corte metodológico


O espírito científico